uber app drivers

Uber e suas controvérsias

A  Uber e suas controvérsias surgiram através da necessidade por uma demanda maior de serviços de transporte e menor custo. Abrindo o espaço para criação de um novo mercado que busca uma alternativa aos táxis .

Atualmente a empresa é multinacional que atual em 63 países e mais de 700 cidades que, como eles próprios se definem,  “liga utilizadores a parceiros licenciados através de uma aplicação para telefones”. Parceiros licenciados, sendo os motoristas. Necessitando preencher pré-requisitos, além de um minicurso, determinadas pelo aplicativo para poder receber as corridas. E utilizadores os usuários. Atendendo, apenas, ao requisito de terem um cadastro com ou um cartão bancário vinculado, ou o pagamento em dinheiro no final da corrida.

Neste ano de 2019, a empresa abriu seu capital na bolsa de valores e, consequentemente, a publicação de seu balanço financeiro trimestral antes sigiloso. Iniciando uma exposição além do esperado.

Uber e suas controvérsias

A Uber vale-se da prerrogativa de ser uma empresa de tecnologia. Não estabelecendo nenhum vínculo trabalhista com motoristas, além disso, não possuí um só carro. Todavia, as notícias dão conta de que, os números apresentam uma empresa que enfrenta problemas financeiros.

Um destes problemas relaciona-se diretamente com o vínculo trabalhista entre Uber e motoristas. Que enfrentam processos jurídicos em diferentes países. Ocasionando ganhos e perdas de causas. Variando conforme a interpretação d